terça-feira, 26 de abril de 2016

Japão estuda conceder visto de 5 anos a trabalhadores estrangeiros sem qualificação

Lideranças propuseram a expansão dos tipos de empregos a estrangeiros 
visto para o japao

Buscando desesperadamente um antídoto para o rápido envelhecimento da população, as autoridades japonesas estão explorando maneiras de atrair mais trabalhadores estrangeiros sem chamar isso de uma "política de imigração".

A imigração é uma matéria sensível em um local onde conservadores prezam pela homogeneidade cultural, e onde políticos temem perder votos de trabalhadores preocupados com a perda de seus empregos.

Mas um mercado de trabalho apertado e a força de trabalho em constante encolhimento estão fazendo com que a equipe do primeiro-ministro Shinzo Abe e parlamentares considerem a opção politicamente controversa.

Sinalizando a mudança, lideranças de um painel do Partido Liberal Democrático (PLD) propuseram nesta terça-feira (26) a expansão dos tipos de empregos abertos a estrangeiros, e a duplicação de seu número ante os níveis atuais de quase 1 milhão.

O plano aponta para a necessidade do Japão considerar o acolhimento de um leque maior de estrangeiros, principalmente para efetuar trabalho não qualificado nos setores de produção em fábricas e construção civil, entre outras áreas que necessitam de mão de obra.

A ideia inicial do painel é sugerir ao governo a concessão de um visto de trabalho de até 5 anos que não poderá ser renovado para estrangeiros sem qualificação profissional, impedindo que eles se fixem no país como imigrantes. Durante o período de validade do visto, os trabalhadores poderiam sair e entrar novamente no Japão.

O ligeiro aumento econômico desde que Abe assumiu em dezembro de 2012, a reconstrução após o tsunami de 2011 e a alta do setor de construção antes da Olimpíada de Tóquio em 2020 impulsionaram a demanda por trabalho ao maior nível em 24 anos.

Isso ajudou a aumentar o número de trabalhadores estrangeiros em 40 por cento desde 2013, com chineses correspondendo por mais de um terço destes, seguido por vietnamitas, filipinos e brasileiros.
Fonte: Alternativa com Reuters

2 comentários:

  1. Meu marido é sansei e está querendo retornar para o japao, e para isso precisa do certificado de elegibilidade (moramos na paraiba). Ele tem uma única parente lá atualmente, que está voltando para o Brasil em breve. Minha dúvida é, caso o certificado nao saia antes do retorno dela ao Brasil, um amigo poderá tirar esse documento para ele? Há outras formas de entrar no japao sem o certificado ou com um certificado emitido por alguma empreiteira? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laura bom dia

      Faça o seguinte, como a parente vai vir embora, o ideae é pedir par aum despachante entrar com o certificado de elegibilidade que memso que a parente vote ao Brasil a despachante pode retrar e enviar para voce.
      A Outra forma de slicitar o visto japones ara voces seria de turismo, mas como você vai morar lá eu não aconselho a fazer isso não.
      Qualquer duvida me retorne.

      Cori
      cori@shigoto.com.br
      www.shigoto.com.br

      Excluir